Revista Bang!
A tua revista de Fantasia, Ficção Científica e Horror, onde podes estar a par das novidades literárias, eventos e lançamentos dos teus autores de eleição.

Era uma vez a lenda do Assassino e do Bobo

Quando as Aventuras de FitzCavalaria Visionário começaram em "Assassin's Aprentice" , em 1995, longe estavam todos de prever como a personagem viria a conquistar a admiração e paixão de tantos leitores no mundo inteiro. Art. revista Bang! 22

Robin Hobb estará connosco na segunda edição do Festival Bang! a realizar-se já dia 27 de Outubro no Pavilhão Carlos Lopes em Lisboa! bilhetes aqui.

 

A publicação de Aprendiz de Assassino em Portugal em 2009 gerou igual entusiasmo e tornou-se um dos maiores sucessos da coleção Bang! tendo dado origem à publicação de duas sagas, a Saga do Assassino e a Saga do Regresso do Assassino. Em 2013, para deleite dos muitos fãs, a autora anunciou que estava preparada para regressar ao mundo dos Visionário e partilhar connosco mais aventuras maravilhosas de Fitz e a misteriosa personagem do Bobo.

 

Em 2017 A Saída de Emergência lançou o primeiro de 5 Volumes da Saga Assassino e o Bobo. Agora em 2018 estará a lançar o quarto livro da saga com a presença da autora no Festival Bang! 

 

Robin Hobb, pseudónimo de Margaret Lindholm Ogden, não é nenhuma estreante em fantasia, tendo começado a sua carreira na década de 80 sob o pseudónimo Megan Lidholm, criando obras de pendor fantástico e contemporâneo. Foi apenas em 1995 que começou a publicação com o pseudónimo Robin Hobb, de uma fantasia medievalista, A Saga do Assassino.

 

 

A sua primeira série no mundo dos Visonário centra-se no crescimento de um bastardo real que é secretamente treinado nas artes do assassino pela sua própria família. A história do aprendiz de assassino, Fitz, é contada com um supreendente uso da primeira pessoa , que apenas reforça a intensidade emocional e dramática dos eventos em torno da vida dessa personagem. Ao longo do seu percurso, Fitz descobre que recebeu uma bênção, mas também uma maldição. Tem duas habilidades poderosas e mágicas: o Talento, que constitui uma herança familiar, e a Manha, uma magia muito mais subtil e perigosa que permite a Fitz estabelecer um vínculo poderoso com animais. É uma magia pelo qual um homem é vilificado e morto e não é sensato revelá-la ao mundo. Se a Manha e o Talento ( uma habilidade que Fitz nunca cega a dominar por completo) constituem as suas magias que polarizam a vida do assassino, a verdade é que a sua maturidade emocional assim bem como a ligação profunda e comovente que estabelece com outras personagens são o que torna esta fantasia tão intensa e rica.

 

Ao contrário do típico padrão que seguem as demandas, Hobb não cria um herói que está destinado a tornar-se um rei ou a viver feliz para sempre com a sua amada.

É um protagonista atípico, que pertence às sombras e cujo nome se torna uma lenda devido a histórias assustadoras sobre as suas proezas na vida e além da vida. Está destinado a viver na obscuridade sem que o mundo saiba sobre a dimensão do seu sacrifício ou dor.

 

A SAGA DO REGRESSO DO ASSASSINO

 

Hobb continuou a escrever no universo dos Visionário e criou The Liveship Traders, uma série invulgar por se centrar em navios sencientes ( Robin Hobb é casada com um marinheiro o que lhe permitiu desenvolver um extenso conhecimento de vida náutica), e embora esta série não siga a vida de Fitz, ocorre no mesmo mundo e estabelece ligações com a Saga do Assassino.

Foi, contudo, com a sua próxima série, A Saga do Regresso do Assassino, que Hobb retomou o fio da vida de Fitz. Quinze anos após os eventos que encerra a Saga do Assassino, Fitz é de novo confrontado com tensões do mundo dos Seis Ducados que irão despertar de novo dúvidas sobre a sua lealdade e forçá-lo a uma escolha entre as suas necessidades e o serviço à realeza. O seu nome continua a ser murmurado com temor e respeito. A sua figura pertence nas sombras da noite e das políticas.

A descrição de personagens secundárias como Breu e Olhos-de-Noite continua a ser um dos pontos fortes da autora, em especial ligação de Fitz ao seu lobo após as inúmeras tribulações que experienciam juntos.

Nos volumes seguintes da saga, é dado especial destaque à relação entre Fitz e o Bobo. À medida que a história progride e ganha contornos mais sombrios, Fitz é forçado a enfrentar o seu inimigo mais negro e, uma vez mais, os eventos ultrapassam as personagens sem misericórdia. A personagem do Bobo considerada por Robin Hobb como a personagem mais selvagem e indomável que jamais escreveu, sendo o Bobo que a guiava na história e não o contrário, está determinada a tentar que as personagens cumpram as suas profecias.

Como não poderia deixar de ser, o clímax nos livros de Robin Hobb é sempre um enorme soco emocional, doce-amargo e que deixa o leitor arrepiado. Esta é uma saga que, acima de tudo, permite a Fitz conhecer muito melhor o Bobo e descobrir que o destino de ambos está entrelaçado.

 

 

Fantasmas do Passado

 

O profeta branco e o Catalizador são personagens demasiado complexas para serem deixadas em paz no seu canto. Robin Hobb sentiu a necessidade de regressar a elas nesta nova saga que a Saída de Emergência está a publicar.

 

No volume inaugural Fitz já não é um assassino ao serviço do seu rei há mais de uma década. ele próprio confessa: “Já não era um assassino, já não vivia para proteger o meu rei e executar o seu trabalho discreto. Agora era um proprietário respeitável, um homem de uvas e de ovelhas, um homem de arados e tesouras de tosquiar, não de facas e espadas.”

Fitz tornou-se conhecido como um proprietário respeitável de nome Tomé Texugo, a gozar de uma vida calma e próspera. E no entanto, ele não pode deixar de vaguear pela sua casa assombrado pelas memórias da juventude e a tentar desligar-se do passado. A sua melancolia é imensa quando se recorda dos maiores amigos que já não se encontram ao seu lado: o lobo Olhos-de-Noite e o Bobo, o seu velho amigo que esteva ao lado dele  em muitos momentos decisivos e que o salvou várias vezes da morte. Mesmo feliz com a vida caseira que leva, há um vazio no coração de Fitz causado pela ausência de Bobo. Nem mesmo a sua relação com o amor de infância, a Moli, ou a sua estranha filha, Abelha, podem desfazer esse vazio.

E claro, quando as sementes de uma ruína começam a germinar e a vida serena de Fitz desmorona, sabemos que o Bobo irá regressar, pois a ligação entre ambos ultrapassa os laços de uma mera amizade e estão ligados por algo tão poderoso quanto a magia. Afinal eles são o Profeta Branco e o Catalisador e muitas são as aventuras e profecias que narram as suas proezas.

 

Fitz Cavalaria Visionário

 

  • Filho ilegítimo de príncipe Cavalaria Visionário e de uma mulher do reino da Montanha.
  • Secretamente treinado na corte como assassino por Breu.
  • Conhece Moli na infância, que se torna o seu primeiro e grande amor.
  • Descobre ter um dom inato para o Talento mas também para a Manha, uma estranha e pouco reputada magia que permite um vículo com animais.
  • O bobo profetizou que Fitz é um catalisador e que caberá a ambos salvar os Seis Ducados.
  • O seu vínculo ao lobo Olhos-de-Noite salvou a sua vida da traição cometida pelo seu tio.
  • Após quinze anos a viver como um recluso, Fitz regressa para salvar o princípe herdeiro das garras dos pigarços.
  • Depois de finalmente superar os traumas do passado, assume a identidade de Tomé Texugo e contenta-se com uma vida serena como proprietário rural ao lado de Moli.
  • É pai de Abelha, a sua filha com Moli.

 

Bobo

 

  • A primeira aparição do Bobo na Saga do Assassino mostra-o como um bobo na corte do rei, extremamente pálido e olhos sem cor difíceis de perscrutar. A aparência física do bobo muda ao longo das sagas.
  • O sexo do Bobo não está determinado, tendo encarnado personagens masculinas e femininas ao longo das suas aventuras
  • A sua personalidade mostra uma profunda capacidade de adaptação e enorme facilidade em assumir maneirismos e fachadas diferentes, consoante o que lhe for mais conveniente.
  • Na Saga do Regresso do Assassino, o Bobo revela que tem nas suas costas uma tatuagem colorida de vários dragões.
  • Pouco se sabe sobre as suas origens, tendo nascido numa pequena aldeia remota, de uma mãe e dois pais. As histórias divergem sobre como terá ido parar à corte dos Visionário.
  • Tem capacidade de prever o futuro, daí ser conhecido como o Profeta Branco. De forma a alterar o rumo do futuro, usa o Fitz como Catalisador.

 

%d bloggers like this: